07 Plantas Medicinais para desintoxicar o Pâncreas – [COMPROVADO]

Standard

Pâncreas e DiabetesO pâncreas é um órgão ou uma glândula (já que produz hormônios), que está localizado na cavidade abdominal. Suas funções no organismo são diversas e vão desde a participar na digestão dos alimentos ao regular os níveis de glicose no sangue.

Se o pâncreas está afetado, o nosso metabolismo é seriamente afetada e pode tornar-se uma condição grave. Algumas plantas medicinais e hábitos pode nos ajudar a manter a saúde do nosso pâncreas.

Doenças do pâncreas

Existem várias doenças que podem afetar o pâncreas, mas pouco se distinguem três, a pancreatite (aguda e crônica), o câncer de pâncreas e a insuficiência pancreática.

Câncer de pâncreas

Trata-se do câncer que afeta o referido órgão e potencialmente mortal, já que na maioria dos casos, é diagnosticado depois que se espalha pelo corpo (metástase), o que é considerado um estado avançado de câncer.

Insuficiência pancreática

Ocorre quando o pâncreas não é capaz de produzir suficientes enzimas digestivas (exocrina) ou não produz insulina suficiente (endócrina). É cada vez mais comum hoje em dia, e os especialistas acreditam que se deve aos maus hábitos de alimentação, uma dieta pouco nutritiva, o estresse, fatores que podem afetar a saúde em geral, incluindo o pâncreas.

Pancreatite

É a Inflamação do pâncreas.

Sintomas de doença do pâncreas

Os sintomas podem variar dependendo da doença do pâncreas. Incluem-se os seguintes:

  • Dor abdominal;
  • Emagrecimento sem motivo aparente;
  • Vômitos;
  • Febre;
  • Alterações nos níveis de glicose no sangue.

Em geral, estes sintomas podem ou não estar presentes, dependendo da doença do pâncreas, no entanto, não é recomendável ignorar nenhum desses sintomas, e recorrer a um médico para que se faça o devido diagnóstico.

Sete Plantas medicinais para desintoxicar o pâncreas

Diversas plantas e até mesmo temperos podem ser utilizados para a saúde do pâncreas. As plantas medicinais podem ser utilizadas para o tratamento e melhorar essas condições, no entanto, no caso de câncer e insuficiência pancreática sua eficácia ainda se discute, é por isso que não é recomendável substituir o tratamento convencional para essas doenças do pâncreas, embora as plantas podem melhorar o seu estado

1. Raiz de dente-de-leão

Pode ser útil no tratamento de certas doenças do pâncreas. A raiz de dente-de-leão é conhecida por seus benefícios para a vesícula biliar e o fígado, ajudando a estimular a bile, o que, por consequência, favorece a saúde do pâncreas já que diminui a carga de trabalho do pâncreas. É importante consultar um especialista antes de consumi-la para que nos recomende a dose adequada.

2. O alho

Costuma-se recomendar para uma boa circulação, além disso, trata-se de um bactericida que evita algumas infecções e ajuda a tratar. Além disso, também é um remédio popular para tratar parasitas intestinais. O alho, por outro lado, pode ser usado para controlar os níveis de glicose no sangue, melhorando o funcionamento do pâncreas.

3. Raiz de genciana

Usada comumente para tratar problemas digestivos, a raiz de genciana também pode ser usada para tratar a pancreatite crônica, além disso estimula o apetite e é uma raiz nutritiva. É vermífuga, ajuda a fortalecer o fígado.

4. Canela

Trata-se de uma espécie muito comum, que favorece a boa digestão, e é frequentemente utilizado regularmente em diversas preparações. No caso da saúde do pâncreas, é usada para ajudar a diminuir os níveis de glicose no sangue.

5. Bagas de cedro

Provenientes do árvore originária do sudoeste dos Estados Unidos, tem sido empregado por sua capacidade de purificação. É usado para melhorar a digestão e eliminar as toxinas do organismo.

6. Raiz de alcaçuz

Diz-se que pode ser usado para controlar os níveis de glicose no sangue, e, além disso, ajuda a depurar e desinflamar o pâncreas. Se tem empregado para regular as funções das glândulas, incluindo as do pâncreas.

7. Equinácea

Trata-Se de uma planta conhecida por melhorar o nosso sistema imune, no entanto, a equinácea também se aproveita para estimular a produção de bílis, beneficiar a saúde do baço e do pâncreas. No entanto, alguns estudos sugerem que não deve ser recomendada em pessoas com diabetes tipo 2, já que podem causar uma diminuição de células beta no pâncreas, afetando a produção de insulina.

O que é Insulina?

A insulina é um hormônio importante para o metabolismo e a obtenção de energia dos nutrientes consumidos, em especial a glicose.

Composição química da insulina e etimologia

A insulina é uma cadeia de proteínas ou hormônios peptídicos. A molécula de insulina é composta de 51 aminoácidos. Seu peso molecular é de 5808 unidades de massa atômica.

A insulina é produzida nas ilhotas de Langerhans, localizados no pâncreas. O nome insulina vem do latim “insula” ou “ilha”, e é devido à morfologia das células que produzem o hormônio do pâncreas.

A estrutura da insulina varia entre espécies de animais. Tanto a insulina suína (os porcos) como a bovina (as vacas) são semelhantes aos da insulina humana, mas a suína se assemelha mais à humana.

Para que serve a insulina

A insulina tem várias aplicações, entre as quais se incluem:

  • Faz com que as células do fígado, os músculos e os tecidos gordos obtenham glicose do sangue e o transformam em glicogênio.
  • A insulina também evita o uso da gordura como fonte de energia. Na ausência de insulina ou, em condições onde a insulina é baixa, as células do organismo não absorvem a glicose e utilizam a gordura como fonte de energia.
  • A insulina controla também outros sistemas do corpo e regula o consumo de aminoácidos pelas células.
  • A insulina também tem vários efeitos anabólicos no organismo.

Secreção de insulina

A insulina só se sintetiza em quantidades significativas nas células beta, localizadas no pâncreas. Esta segrega principalmente como resposta a quantidades elevadas de glicose no sangue. A insulina, por conseguinte, pode regular o nível de glicose no sangue e o corpo é capaz de perceber e responder ao aumento de glicose no sangue realizando insulina.

Outros estímulos, como a visão e o sabor da comida, a estimulação nervosa e o aumento de concentrações de outras moléculas que servem como combustível, entre as que se incluem aminoácidos e ácidos graxos, também induzem a segregação de insulina.

O que acontece quando o corpo não produz insulina suficiente?

diabetesDevido a que a insulina controla os processos metabólicos centrais, a falha na produção de insulina, produz a doença chamada diabetes mellitus. Existem dois tipos principais de diabetes, tipo 1 e tipo 2.

A diabetes tipo 1 ocorre quando as células beta do pâncreas não produzem insulina ou a sua produção é muito reduzida. Os pacientes que sofrem de diabetes mellitus tipo 1, dependem de um tratamento baseado na administração de insulina para a sua sobrevivência, que normalmente é administrado através de injeções subcutâneos.

Na diabetes de tipo 2, a quantidade de insulina produzida pelas células beta do pâncreas não é suficiente para colmatar as necessidades de insulina do organismo. Esta situação torna-se referência, como resistência à insulina e deficiência relativa de insulina. Os pacientes que sofrem desta condição, podem ser tratados com medicamentos para reduzir o açúcar no sangue ou podem necessitar de tratamentos de insulina de forma eventual, se outros medicamentos não são suficientes para controlar os níveis de glicose no sangue de forma adequada.

Dicas alimentares para cuidar da saúde do pâncreas

A dieta e os alimentos que escolhemos são muito importantes para manter um pâncreas saudável, recomenda-se evitar alimentos condimentados, aqueles ricos em elementos picantes, já que podem dificultar a digestão.

Por outro lado, incluir sabores amargos e ácidos, já que são excelentes para estimular a produção de sucos digestivos.

A dieta também deve ser baixa em açúcares para reduzir a carga de trabalho do pâncreas, e favorecer o seu ótimo estado. O consumo de álcool ou bebidas alcoólicas, não são recomendados, assim como as refeições, o ideal é dividir nossa tomada de alimentos em pequenas porções durante o dia.

Fit Burn – Tudo sobre o Novo Emagrecedor Natural das Celebridades

Standard

Novo emagrecedor das celebridades conhecido como Fit Burn tem propriedades surpreendentes. Por isso achei muito conveniente explicar em detalhes por que o fitburn é o melhor emagrecedor natural que existe hoje no mercado, é um suplemento revolucionário. Abaixo eu descrevo todas as suas virtudes:

Fitburn funciona para emagrecer

Por que Fit Burn é o melhor?

Se eu tivesse que definir o Fit Burn com poucas palavras, estas seriam, sem dúvida: alta qualidade. Isto é o que define a forma com que o fabricante realiza os seus complementos. No entanto, para entender melhor seus benefícios, há que considerar as seguintes características:

  • Contém 60% de concentração do HCA, o que foi provado e afirmado por centenas de laboratórios que analisaram seus comprimidos. Por isso tem um efeito profundo na perda de peso.
  • Falta de conservantes artificiais que costumam incorporar-se a vários produtos a fim de conseguir manter suas características por mais tempo.
  • Não tem aglutinantes ou substâncias de preenchimento inofensivas que possam pretender aumentar o volume de produção.
  • Não tem vitaminas, nem nenhum outro agregado, que, às vezes, se acrescenta para complementar a sua assimilação. Só tem seus componentes ativos queimadores de gordura.
  • Possui comprimidos de qualidade que reduzem a quantidade de pílulas diárias a ingerir para cobrir a dose diária recomendada.
  • O serviço de atendimento ao cliente é muito eficiente e responde todas as dúvidas dos clientes.
  • Oferece a Garantia de Satisfação de cliente de 100% que permite devolver o produto no prazo de 90 dias de sua compra.

Fit Burn Funciona

Fit BurnO composto do Fit Burn funciona porque ajuda a perder peso devido ao ácido hidroxicítrico ou HCA. Este é o componente ativo que queima as gorduras e fornece a sua conhecida sensação de saciedade.

Por isso, a concentração do HCA deve ser de, pelo menos, 55% para poder produzir algum dos efeitos desejados. Caso contrário, a redução de peso será relativa e, em alguns casos, inexistente.

Quando o Fit Burn saltou para a fama depois de sua aparição no programa do Dr. Oz, houve uma grande revolução comercial. Milhares de empresas inescrupulosas lançaram no mercado seus produtos sem as devidas provas de qualidade. Em consequência colocados à venda comprimidos com baixo nível de concentração de HCA.

Isso resultou na desilusão de seus compradores, que não receberam nem mesmo uma parte da redução de peso desejada. O problema é que muitos continuam em vigência na atualidade, sob nomes e associações diferentes.

Portanto, é possível dizer que todos o composto natural do Fit Burn funciona de verdade. Portanto, não utilizar eles é uma perda de tempo e de dinheiro.

Fit Burn manteve-se como líder dos comprimidos feitos para emagrecer, durante muito tempo. Isto se deve a que a sua concentração de HCA é de 60%, pelo que os seus resultados são realmente completos. Os comprimidos são os que possuem a maior qualidade, por isso são os melhores de todas as ofertas atuais.

Benefícios

A segurança é o maior compromisso dos fabricantes responsáveis Fit Burn. Estes comprimidos são produzidos sob as melhores regras e não contêm qualquer tipo de componente que possa causar alguma reação indesejável.

Os comprimidos de Fit Burn não possuem conservantes artificiais de qualquer tipo. Também não têm aglutinantes ou agregados que possam impedir ou dificultar a ação do HCA.

É Por isso que o composto do Fit Burn não têm efeitos secundários. Sua alta qualidade faz com que seu consumo seja seguro e muito eficaz. Não tem nenhuma reação secundária.

Fit Burn é elaborado sob estritas normas de segurança e higiene, de acordo com as regulamentações em vigor nos Estados Unidos da América, em conformidade com os regulamentos da FDA. Também cumpre com os requisitos de certificação GMP do colégio farmacológico norte-americano.

A segurança e a qualidade são objetivos muito importantes os responsáveis pela elaboração Fit Burn. Graças a isso, tem a melhor reputação online, e também o respeito de seus concorrentes na área de suplementação natural.

Preço

Este é outro importante fator que coloca o Fit Burn no pódio dos vencedores, já que o seu preço é acessível e lógico, de acordo com a qualidade do produto que comercializam. Seus custos são estabelecidos de acordo com as normas do comércio e a renda média da maioria das pessoas.

Outros comprimidos desta classe têm custos que manifestam dois extremos. Ou são demasiado baixos ou são demasiadamente elevados. E nenhum desses se sustentam na realidade.

Se um frasco de comprimidos do Fit Burn tem um custo muito baixo, certamente é de má qualidade. Realizar comprimidos com as qualidades necessárias, não é barato. Este fruto cresce apenas na Ásia e não se reproduz facilmente em qualquer lado. Por isso, se algo parece uma pechincha, na realidade não é. Neste caso, é garantia de plágio e má qualidade.

No caso em que este custo seja muito elevado, isso também não há frigobar com o verdadeiro valor dos comprimidos. Este tipo de valores, mesmo se tivessem a melhor qualidade, só pretendem obter uma alta rentabilidade em função da reputação do produto. Na realidade, não há que pagar um valor exorbitante para obter o melhor produto.

Faça sua comparação e você poderá verificar que o Fit Burn tem o melhor preço do mercado.

Resultados do Fit Burn

Fit Burn é o suplemento mais eficaz para perder peso, é muito importante compreender que funciona dentro de um plano completo de redução do volume corporal. Ou seja: é sempre e quando sejam mantidas as bases de todo o regime.

Isso quer dizer que se deve manter uma alimentação natural e uma rotina de exercício, pelo menos moderada. Este suplemento queimador de gorduras realmente atua ao fundo, dentro destas condições.

Conclusão

O Fit Burn realmente tem todas as suas conhecidas virtudes para queimar as gorduras. Reduz o excesso de peso e oferece uma completa sensação de saciedade. E por isso existe uma revolução tão grande em torno deste.

O problema é que, para que um comprimido com Fit Burn realmente for, deve ser feito com a maior qualidade. E só Fit Burn realiza comprimidos que cumpre com estas condições. Por isso, é o suplemento queimador de gordura mais recomendável.

Milhares de análise e críticas concordam que seus comprimidos realmente funcionam e ajudam a reduzir o excesso de peso de forma natural. Além disso, são realizadas de acordo com as mais rigorosas normas internacionais de qualidade, que comprovaram que o seu consumo é seguro e que cumpre com o que promete.

Fit Burn queima as gorduras com componentes naturais que trabalham junto ao órgão. Uma dieta e uma rotina de exercício são um bom ponto de partida para regular o organismo. Mas os comprimidos do Fit Burn deste fabricante ajudam a eliminar as gorduras com profundidade para recuperar uma figura saudável. Na minha opinião, é o complemento que vale a pena investir tempo e dinheiro.

Queda de Cabelo – Tratamentos Efetivos Para Calvície [REVELADO]

Standard

Calvície: não entrem em pânico!

queda de cabeloPerder entre 50 e 100 fios por dia é totalmente normal. Mas se, ao acordar pela manhã, você encontra no travesseiro muita quantidade de cabelo e se cada vez que você escova os dentes, você perde muito cabelo, mas isso já é outra história.

Mas não entre em pânico, vamos começar por identificar a causa da queda de cabelo para colocar uma solução nesse problema.

Queda de cabelo

Normalmente, os processos biológicos que se encarregam do crescimento do cabelo se equilibram de forma natural. Enquanto alguns cabelos caem, outros crescem, e assim continuamente. Trata-se de um ciclo normal e saudável, o que reflete as diferentes fases de crescimento do cabelo. Mas quando esta mecânica é perturbada, a queda de cabelo pode se acelerar. Criamos uma lista com as principais causas deste fenômeno e as soluções que se podem adotar. Se há mais de 6 meses que você perde muito cabelo, é recomendável que você visite seu dermatologista.

1. Queda de cabelo de origem hormonal

Nosso sistema hormonal é muito sensível e reage a mudanças mais ínfimos. Normalmente, o estrogênio (hormônio sexual feminino) é a origem de uma bela e densa juba. Por esse motivo muitas mulheres têm especialmente bonito o cabelo durante a gravidez. No entanto, os hormônios masculinos (andrógenas), também presentes no organismo feminino, mas em menor quantidade, não favorecem o crescimento do cabelo.

Tanto entre os homens como entre as mulheres, o estresse aumenta a secreção de hormonas andrógenas, o que pode alterar o equilíbrio hormonal e provocar a queda do cabelo. Nos casos mais sérios, os dermatologistas podem receitar anti-andrógenos. Mas na maioria dos casos, basta levar uma vida menos agitada e relaxar com mais frequência. Este desequilíbrio também pode estar motivado por disfunção da glândula tireoide. Para verificar o seu médico pode realizar um exame de sangue ou um exame hormonal.

2. Queda de cabelo devido a um excesso de ações a nível capilar (deterioração no nível das raízes)

Submeter o cabelo a muitos tratamentos agressivos pode prejudica-la e desligá-lo. As descolorações, frequentes mudanças de cor, as permanentes ou o uso regular de placas de cabelo não causam diretamente a queda do cabelo, mas podem danificá-lo e fazer com que o cabelo é parte à altura da raiz.

Apenas os “acidentes químicos podem causar diretamente a queda de cabelo. Isso acontece quando não respeitamos os tempos de exposição das descolorações e permanentes. Depois de uma situação como esta, não há mais remédio que esperar um tempo para que o couro cabeludo se recupere. Você tem que usar uma pequena quantidade de shampoo e aplique-o com delicadeza. Se possível deve-se evitar tingir o cabelo e as colorações tom sobre tom, durante um tempo.

3. Queda de cabelo devido à carência de vitaminas

follixinPara que o cabelo cresça, precisa de uma alimentação equilibrada e rica em vitaminas. Uma carência de vitaminas ou de um regime muito intenso pode provocar a queda de cabelo temporária.

Para evitar isso, siga uma dieta equilibrada a base de frutas, legumes, proteínas, laticínios, cereais, nozes e óleos de qualidade superior. Se você não pode tomar estes alimentos, toma complexos alimentares especiais para o cabelo que contêm follixin, biotina, niacina, zinco e vitaminas B6, B12, A e E.

4. Queda de cabelo causada por uma disfunção do sistema imunitário

A queda de cabelo pode ser a conseqüência tardia de uma infecção. Por isso, você pode perder cabelo na primavera, depois de ter sofrido uma gripe durante o inverno. Este fenômeno, dura uns 3 meses, quando as raízes danificadas se regeneram.

Dicas Para Evitar a Calvície

calvície

Dica 1:

Para evitar a calvície, não penteie seu cabelo quando estiver molhado; neste momento o cabelo é muito sensível e é mais fácil arrancá-lo. Secar suavemente antes de desenrolar com a ajuda de um pente de cerdas finas.

Dica 2:

A calvície pode ser causada por uma disfunção no sistema imunológico. Suplementos alimentares de zinco podem favorecer o crescimento do cabelo nas áreas afetadas. Se você respeita as doses indicadas, o zinco não faz mal, por que não experimentá-lo

Dica 3:

As pessoas que sofrem de acne, devido a causas hormonais também sofrem muitas vezes a calvície crônica. O seu médico pode receitar anti-andrógenos para lutar contra a acne e a queda de cabelo.

Dica 4:

Alguns tratamentos como a prophylaxis contra a malária e alguns medicamentos contra a trombose e a hipertensão arterial podem provocar a calvície. Pede conselho ao seu médico.

Saiba mais detalhes no site.

Como Importar da China com Sucesso – Passo a Passo

Standard

como importar da chinaAqueles que sabem como importar da China com sucesso sabem que o principal é superar todas as barreiras que surgem quando se coloca uma operação internacional com estas características.

Apesar do considerável atrativo do mercado chinês, o comprar lá um produto para vendê-lo dentro das fronteiras nacionais nem sempre é tão fácil como possa parecer, ao salientar a iniciativa sobre o papel. A experiência ensina que existem muitas armadilhas que os empresários devem exceder, para obter o desempenho esperado de seus projetos de negócios no Oriente.

Dificuldades que você tem que vencer para importar da China

Entre as dificuldades mais evidentes encontram-se as relacionadas com a diferença cultural e linguística, que se manifestam na hora de importar da China, em momentos como:

As negociações: que se tornam complicadas devido ao idioma, o que obriga a incorporar a figuras como o intérprete ou o agente comercial (aumentando também os custos globais de operação).

Os acordos: que parecem não chegar nunca, pois, a forma de fazer negócios dos empresários chineses, é frequente que todas as decisões são bem negociadas, dilatando no extremo da paciência de seus parceiros ocidentais, que pode, muitas vezes, chegar a esgotar-se (também no que diz respeito aos recursos disponíveis para fazer frente ao processo).

Os mal-entendidos: que são frequentes, pela soma das duas causas anteriores, mas também pelas dificuldades que surgem na hora de entender a posição do outro. Por exemplo, a flexibilidade ocidental é vista como um sinal de pouca confiabilidade dos empresários chineses, que não a entendem da mesma forma que nós.

No entanto, estas complicações não são mais do que a ponta do iceberg. Há muito mais, e o problema é que as empresas tendem a dar-se conta quando já é demasiado tarde e já iniciaram o projeto de importar da China.

Entre estes outros obstáculos, há que ter em conta os seguintes:

Barreiras não-tarifárias, são muito frequentes e muito poderosas, dificultando sobremaneira o movimento dos empresários ocidentais na hora de levar a cabo os procedimentos obrigatórios nos costumes, no que se refere à obtenção de certificações ou em bastantes aspectos que têm que ver com a formalização de seguros.

Distância: uma distância, não só aumenta exponencialmente os custos de transporte e logística em geral, mas que também afeta a hora de negociar e exercer um controle sobre o produto a importar. cada viagem, cada sala, cada deslocamento, vão aumentando a conta de despesas. Por outro lado, a distância com o país asiático tem de ser refletido nos cálculos também a partir de uma outra perspectiva, que é a de organização empresarial. As mudanças serão necessárias para adaptar a empresa, não só a uma nova língua e um novo mercado, mas também a uns horários muito diferentes.

Risco: as possibilidades de ser objeto de um golpe são, infelizmente, muito elevadas. Para prevenir isso, é necessário investir em circulação, intérpretes, parceiros locais e levar a cabo uma investigação de cada fornecedor. Não há de permitir-se perder. Por outro lado, o risco de importar da China tem que ver também com a qualidade do produto adquirido. Os padrões não são iguais e é imprescindível especificar. Se você acertou a compra de um bem “de boa qualidade”, esta generalidade pode ser a sentença de morte da reputação empresarial já de volta no Ocidente (ou o precursor de um investimento em mercadoria inútil, se for detectado antes de lançá-lo no mercado). Na China, há que especificar o detalhe, o que é considerado de boa qualidade, o que se espera receber, em que condições e cumprindo as normas e requisitos.

As chaves para importar da China com sucesso

Tal como descrito no manual gratuito “como Importar da China: prós e contras”, é possível importar da China com sucesso. Esta aventura pode ter um final feliz, mas para isso há que observar todas as precauções possíveis.

A forma de proceder é a seguinte:

Primeiro passo é aprender a falar inglês fluentemente pois as negociações são geralmente realizadas em inglês, apesar de estarmos trabalhando no mercado chinês. Isto porque o inglês é o idioma mais falado no mundo atualmente. E se você por acaso ainda não domina este idioma, o curso inglês online do jerry pode ajudá-lo a falar inglês em pouco tempo.

Avaliar a conveniência da decisão de importar da China: determinar a adequação desta alternativa em relação a outras fontes de fornecedores. Provar que é melhor que qualquer outra opção e mais rentável do que o resto de destinos avaliados (Pode ser conveniente levar a cabo este ponto, uma vez que o ponto número 4).

Analisar a preparação da empresa: identificar os recursos disponíveis e calcular até onde se pode (e deve chegar). Fazer cálculos considerando todas as variáveis e não deixar nada ao acaso. Analisar a concorrência, aprofundar o conhecimento da demanda e definir a estratégia a seguir.

Levar a cabo uma análise de fornecedores chineses: conhecer o seu produto, a fundo, suas instalações, sua experiência, suas expectativas e, se possível, testar a própria opinião com a de alguma fonte externa, objetiva. Comparar os diferentes fornecedores e fabricantes e decidir-se por dois ou três melhores. Nunca ficar com um só.

Estudar as condições de uma importação da China: legislação, documentação, procedimentos aduaneiros, prazos de entrega, custos de armazenagem, custos de transporte, agentes comerciais, intérpretes, tradutores, seguros, meios de pagamento, etc.

Importador Profissional

Além de todos esses passos, o Erick Oliveira do curso importador profissional incluiu mais estas informações, se está em condições de iniciar as negociações. Para tal, há que partir do conhecimento sobre:

  • O produto que você deseja adquirir: com suas especificações e características.
  • O preço que se está disposto a pagar.
  • O prazo de entrega da mercadoria.
  • As condições e termos de pagamento.
  • A responsabilidade sobre o transporte e seguros.

E, como última recomendação para alcançar o sucesso na hora de importar da China, não há que esquecer-se de que o empresário chinês também tem de ter a sensação de que o negócio lhe é favorável. Uma situação que convenha a ambas as partes, gera um maior compromisso, aumenta a motivação e pode ser a chave para se obter os resultados esperados da operação. Pelo contrário, algumas exigências muito elevadas ou uma negociação muito apertadas podem conduzir a circunstâncias nada favoráveis para o importador, em última instância, o que poderia vir a ter problemas com os prazos de entrega, a qualidade do produto ou as condições pactuadas.